Padrão de riqueza

Pai e filhos indo pra escola de bicicleta

Em uma escola, ainda no começo do ano letivo, entra na sala o professor e acontece o seguinte diálogo:

- O professor vem sempre para a escola de bicicleta?
- Sim eu vou para todos os lugares de bicicleta. – responde o professor, feliz e surpreso dos alunos terem reparado.
Até que vem a resposta:
- Então o professor é pobre?
- (Silêncio constrangedor).

A percepção corrente de que riqueza se traduz em bens materiais atinge com força as crianças, mas não precisa ser fato consumado. O professor dessa pequena história não soube o que responder, mas a quantidade de boas respostas possíveis é tão grande quanto o universo de bicicletas.

Para quem pedala todos os dias, chega a ser intrigante e soa repetitivo ouvir questionamentos sobre o uso da bicicleta. Para ajudar e sensibilizar alunos em relação a importância e ao valor das bicicletas para as pessoas e as cidades, a Transporte Ativo disponibiliza uma apresentação feita em um colégio particular no Rio de Janeiro. Nela, imagens e vídeos mostram a bicicleta como ícone de luxo, mas principalmente seu potencial para cidades e pessoas melhores no futuro.

- Baixe em pdf a apresentação “A Bicicleta, passado, presente e futuro“.

Relacionados:
- Transporte Ativo na Escola.
- Moda Ciclística

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

4 comentários para Padrão de riqueza

  1. Andre Wolv diz:

    Belo achado esse pdf João! Exatamente o que eu precisava para mostrar a meus alunos.

  2. Juliano diz:

    Boa Wolv!
    talvez algumas pessoas (eu me incluo) que estejam de passagem de bike por uma cidade ou morem nela e andem de bike possam dar palestras em escolas, é só conversar com o diretor…. gostei da idéia João, to fazendo o download aqui…

  3. Cristiano diz:

    Sou professor e também vou de bicicleta para a escola municipal onde trabalho, os alunos acham muito legal eu utilizar a bicicleta como meio de transporte. Nunca questionaram questões financeiras

  4. Guilherme diz:

    Eu queria ser pobre e ter uma bicicleta como essa da foto.

Deixe uma resposta